Índice do artigo

 

A ideia de se formar um centro para apoiar os idosos mais carenciados na Cidade de S. Mamede Infesta, surgiu nos finais dos anos 70, quando um grupo de cidadãos preocupados viram a desumanidade em que viviam várias famílias, num estado de miséria e incapacidade monetária até para arcar com necessidades básicas como a alimentação.

Começaram a dar o lanche uma vez por semana (Terça-feira) numa antiga sede de um partido político, em seguida iniciaram um serviço de tratamento de roupas e á medida que podiam, resolviam problemas de infiltrações de águas, vidros partidos, portas empenadas, nas casas de idosos desfavorecidos. Nestas tardes havia também tempo para o convívio, a animação e a alegria de todas aquelas pessoas sofridas, ansiando um carinho, um conforto, para amaciar as amarguras da vida.      Foi através deste núcleo que se pode constatar grandes dificuldades e carências sociais numa população envelhecida que não tinha ninguém a quem pedir apoio. Os idosos aumentavam de dia para dia e havia a necessidade de construir-se um Centro de Dia.     


 

O grupo decidiu tomar a seu cargo este projecto. Foi criada uma comissão instaladora  formada pelo:

  • Fernando Rocha Gil da Costa
  • Lídia Maia da Silva Ranito
  • Marília Elisabete Tavares Ferreira da Silva
  • Rute Lemos Alves Ribeiro
  • Irene Olímpia Morais Moutinho Barbosa Granhão
  • Maria Carolina da Silva Costa
  • José Manuel Neves Quelhas Lima
  • Francisco Alfeu da Fonseca Midões
  • Joaquim da Silva Ribeiro
  • Juvenal Batista Ribeiro
  • Rui Moreira de Sá e Guerra

Em 12 de Novembro de 1982 foi legitimada uma Instituição privada de solidariedade social com o intuito a construção do Centro de Dia denominada por Centro de Apoio á Terceira Idade.      Após muitas diligências, preocupações, desânimos á mistura, conseguiu-se uma preciosa ajuda da Câmara Municipal de Matosinhos, no nome do seu Presidente da Câmara Narciso Miranda, que deu terreno, deu projecto e pagou grande parte da obra. A Segurança Social comparticipou com a percentagem que na altura estava em vigor e tivemos outras ajudas de cidadãos e sócios anónimos.      O Centro de Dia foi inaugurado a 25 de Novembro de 1989 para orgulho de todos os que batalharam e fizeram que esta obra se concretizasse. 


 

Com a entrada do Centro de Dia em funcionamento, novas necessidades foram descobertas. Iniciou-se o Apoio Domiciliário, serviço que foi pioneiro no Concelho de Matosinhos e que atendia as necessidades daqueles que não podiam estar em Centro de Dia muitas vezes por estarem acamados. No Centro de Dia, o apoio só se podia fazer de Segunda-feira a Sexta-feira limitado no horário das 9h00 da manhã ás 18h00 da tarde. Como eram resolvidos os feriados? E os fins-de-semana? Como podiam viver condignamente se á noite não tinham o que comer ou passavam frio? Destas e de outras inquietações nasceu a ideia da construção de um “Lar”, uma casa que pudesse acolher os mais necessitados dando-lhes carinho, atenção, conforto, higiene, cuidados médicos e muita dignidade para estes viverem os últimos anos de suas vidas.

Com a mesma vontade e querer de tornar sonhos em realidade, foi-se de novo á Câmara Municipal de Matosinhos para explanar as nossas angústias, o nosso desespero face a uma realidade que vive entre nós: as dificuldades dos idosos da Vila de S. Mamede.


 

O apelo foi ouvido de novo pelo Sr. Presidente da Câmara, Narciso Miranda e todo o seu elenco tais como a Dr.ª Palmira Macedo e o Dr. Guilherme Pinto. Foi-nos dado o terreno, o projecto e uma verba para a construção. A Segurança Social deu também uma ajuda significativa, mas ficando ainda assim aquém do que era necessário para uma obra desta envergadura. Com muito sacrifício mas sempre com a premissa de querer é poder, foi inaugurado o Lar do C.A.T.I., a 8 de Novembro de 1997, com capacidade para 53 utentes.  

No ano de 2001, o Centro de Apoio á Terceira Idade tem quatro valências em funcionamento: Lar; Centro de Dia; Apoio Domiciliário e Centro de Convívio, onde dá apoio a 180 utentes e tem 2500 sócios pagantes. A instituição possui inúmeras actividades lúdicas tais como natação, trabalhos manuais, teatro, tuna, dança de salão, ginástica, alfabetização, Informática, reabilitação, fisioterapia, jogos de salão entre outros, e mantém acordos de cooperação com o Instituto de Emprego e Formação Profissional, Escola Superior de Educação do Porto, Faculdade de Ciências e Desporto e Educação Física, Instituto Superior de Serviço Social do Porto, Escola Secundária Dr. Abel Salazar, Centro Dr. Leonardo de Coimbra, Escola Superior de Enfermagem Imaculada Conceição, Faculdade Fernando Pessoa, Universidade Católica.


 

Em 25 de Novembro de 2006 foi Inaugurada a Unidade Geriátrica. Com capacidade para 13 utentes, esta unidade possui todas as condições para o tratamento e cuidado de pessoas com dependência muito severa.  No ano de 2012 foi inaugurada novas salas de actividades para a Estrutura Residencial para Idosos dotada de uma sala de Ginástica e uma sala para Trabalhos Manuais, um projecto financiado pelo POPH e pela Câmara Municipal de Matosinhos.

O C.A.T.I. é uma das maiores Instituições de Terceira Idade do Concelho de Matosinhos e o orgulho da Cidade de S. Mamede Infesta, empregando neste momento cerca de 70 funcionários, e contando com o apoio de uma equipa de voluntários formada por cerca de 30 elementos.  Nestes anos, actividade e aprendizagem tem sido uma constante, daí a nossa continuidade no apoio e da prestação do melhor serviço a todos que de nós necessitam.